20160409123527_IMG_6146

12 de abril de 2016

Ao Fantástico, Pansera reitera urgência de fosfoetanolamina como suplemento alimentar

Em reportagem do programa Fantástico da Rede Globo, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, voltou a sugerir que a fosfoetanolamima sintética seja, a princípio, liberada como suplemento alimentar. A substância passa por testes para comprovar a sua eficácia contra o câncer.

– Legaliza, coloca nas prateleiras como suplemento alimentar, enquanto a Ciência continua investigando a fundo a efetividade dessa substância – afirmou o ministro, em entrevista veiculada no domingo, dia 10.

Quando da divulgação dos resultados iniciais sobre o estudo da fosfoetanolamina, o ministro já havia dado essa sugestão, já que a pesquisa que vem sendo realizada pelo MCTI determinou que o produto não é tóxico para o corpo humano. Pansera também argumentou que a medida pode evitar que famílias e pacientes recorram a fontes de fabricação e fornecimento da substância de origens desconhecidas.

– Nós sabemos que existe um mercado subjacente desse produto. A proposta é que seja legalizado no momento como suplemento alimentar, para que ganhe as prateleiras das farmácias e das lojas especializadas, enquanto o MCTI soma esforços com o Governo de São Paulo para continuar a pesquisa em seres humanos, nas fases necessárias para se comprovar que é ou não um medicamento – destacou, na ocasião.

Se aprovada pela Anvisa como suplemento alimentar, a fosfoetanolamina poderia em poucos meses estar à disposição, uma vez que os testes nesses casos seriam mais simples. O MCTI ainda vai investir R$ 8 milhões nas novas fases do estudo. E nesta quarta-feira, 13, termina o prazo para a presidenta Dilma Rousseff vetar ou sancionar a lei aprovada pelo Congresso que libera a distribuição da fosfoetalonamina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *