Inauguração Biblioteca - MAST - Fotos Mazé (9)

25 de novembro de 2015

Biblioteca Henrique Morize abre as portas para um mergulho na Ciência

O Rio de Janeiro ganhou um novo espaço para os amantes da leitura e da pesquisa. Na presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, a Biblioteca Henrique Morize, do Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), uma instituição vinculada ao MCTI, abriu as portas no bairro de São Cristóvão, no Rio de Janeiro.

A realização é um importante avanço à comunidade científica brasileira, conforme destacou o ministro Pansera.

– A gente viaja para outros países, conversa com acadêmicos e percebe a importância que nosso país tem lá fora. Nós vivemos num país enorme onde todos falam o mesmo idioma. Nós estamos numa crise econômica, mas diminuir as diferenças sociais leva tempo e tem custo. O que precisamos mesmo é acreditar que vamos sair desta crise – ressaltou o ministro.

Inauguração Biblioteca - MAST - Fotos Mazé (15)

Distribuído em três andares, o novo prédio de 1.200 metros quadrados na Zona Norte da capital fluminense vai abrigar quase 30 mil títulos compostos por livros, monografias, periódicos nacionais e estrangeiros, espaço multimídia e sala de aula para alunos do curso de Pós-Graduação. Parte do acervo, 15 mil exemplares, foram doados pela Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Inauguração Biblioteca - MAST - Fotos Mazé (21)

Durante a solenidade, a diretora do Mast, Heloísa Maria Bertol Domingues, agradeceu a ajuda do MCTI e dos parceiros e funcionários que estiveram envolvidos durante todo processo de construção e finalização do prédio.

– Foram seis anos de construção até podermos chegar aqui hoje. Com este prédio vamos preservar a memória científica deste país – disse.

Inauguração Biblioteca - MAST - Fotos Mazé (1)

Homenagem

O nome da biblioteca é uma homenagem ao astrônomo Henrique Charles Morize (1860-1930), nascido na França e radicado no Brasil. Um dos fundadores e primeiro presidente da ABC, ele foi também o responsável por levar as instalações do Observatório Nacional (ON), que dirigiu de 1908 a 1929, para o local onde hoje funciona o Mast.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *