pansera

25 de agosto de 2017

Deputado Pansera consegue aprovação de Moção de Apoio à Faetec

Em face à grave situação pela qual passa a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), o deputado federal Celso Pansera dá, mais uma vez, a sua contribuição buscando soluções às questões, como pode ser visto neste vídeo. Na última quarta-feira, dia 23, a Comissão de Educação aprovou uma Moção de Apoio à Faetec.

O requerimento, que pode ser acessado neste link, nasceu a partir de um encontro entre a Comissão de Educação com representantes do grupo de pais e alunos da Faetec, no dia 16 de agosto.

Na agenda, os representantes puderam passar à Comissão de Educação a realidade vivida pelos profissionais e alunos da Faetec.

“A crise fiscal que assola o Estado do Rio de Janeiro repercute em quase todos os setores dos serviços públicos. Na Rede Faetec, a falta ou atraso no pagamento dos salários de seus diversos profissionais, a falta de manutenção e ampliação de laboratórios, a distribuição irregular de alimentação, atrasos na conclusão dos períodos letivos apontam para a paralisia da Rede”, ressalta o parlamentar.

Pansera destaca também que a situação influencia a entrada de novos alunos no Ensino Médio Técnico. Na última seleção,  realizada no início de 2017, houve baixa ocupação das vagas disponíveis.

“O processo seletivo para alunos para o ano letivo de 2018 tem que ocorrer ainda no ano corrente. A situação atual pode trazer um prejuízo geracional para o conjunto do Estado do Rio de Janeiro, pela falta de formação de profissionais de nível técnico e profissional”, completa Pansera.

As demandas apontadas pelos pais e alunos são:

– Realização de seleção de ingresso para alunos do ano letivo 2018, ainda em 2017;

– Regularização da distribuição de alimentos para os alunos do Ensino Médio Técnico de todos os tipos (concomitante, integrado e subsequente);

– Regularização dos serviços de segurança patrimonial e de limpeza, para o adequado funcionamento das unidades escolares;

– Manutenção das unidades escolares e atualização dos laboratórios existentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *