ministro mga-54

27 de novembro de 2015

Ministro representa presidenta em entrega de residências do Minha Casa, Minha Vida, no Paraná

“O maior dos sonhos, cada vez melhor”. Com essa marca, o programa Minha Casa, Minha Vida, pela terceira vez, beneficia moradores de Maringá, no Paraná. Representando a presidenta Dilma Rousseff, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, entregou 232 residências do Conjunto Habitacional Pioneiro José Pires de Oliveira, nesta sexta-feira, dia 27.

Ao todo, só hoje foram entregues 1.825 moradias, incluindo as 793 dos Residenciais Nova Três Corações I e II, no município Três Corações, em Minas Gerais. Já em Redenção, no Pará, 800 unidades abriram as portas no Residencial Jardim Ipiranga.

Em seu discurso, o ministro Celso Pansera ressaltou a importância das casas serem registradas nos nomes das mulheres e enalteceu a realização do Governo Federal.

– Esse é um momento muito importante para as famílias, cuidado com muito apreço pela presidenta Dilma Rousseff, que enfrenta com coragem o problema do déficit habitacional. A Caixa Econômica Federal tem um papel social histórico no país e, com MCMV, se incumbiu de cuidar do bem estar das famílias. Cuidar das famílias que mais precisam é uma tarefa da presidenta que ela não abre mão – disse o ministro.

Entre as autoridades presentes, também o prefeito de Maringá, Roberto Puppin, que fez coro à fala do ministro.

ministro mga-2

– Esse é um sonho realizado com qualidade, fruto da parceria entre os governos municipal, estadual e federal.
Somente estabelecendo parceria é que conseguimos avançar e, hoje, ver estampado em cada rosto a alegria de receber a chave de sua casa – disse, emocionado, o prefeito.

As unidades são divididas em dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

Presentes à cerimônia também o deputado federal Ricardo Barros e o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Roberto Bachmann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *