Sem Título-2

22 de julho de 2016

Na Coppe/UFRJ, Pansera trata de iniciativas para desburocratização da Pesquisa e Inovação no Brasil

Iniciativas que visam desburocratizar os projetos ligados à área de Pesquisa e Inovação foram tema de reunião do deputado federal Celso Pansera, nesta quinta-feira, dia 21, com Edson Watanabe, presidente da Coppe (Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o físico Luiz Pinguelli Rosa e outros diretores, como Fernando Peregrino.

À ocasião, foi feito um balanço do setor de Pesquisa e Inovação no Brasil no atual momento e perspectivas para o futuro. Pansera – que foi ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação – ressaltou a conquista do Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação.

– Os diretores da Coppe/UFRJ sugeriram uma série de iniciativas para desburocratizar o funcionamento e dar mais agilidade ao setor no país, principalmente na execução e na prestação de contas de convênios com instituições públicas de fomento – disse.

Os técnicos da Coppe se comprometeram a fazer um levantamento dos principais gargalos e enviar os estudos ao deputado Pansera, que embasarão projetos de lei para efetivar a minimização dessa burocracia.

No encontro, outro ponto abordado foi a ampliação dos investimentos em Pesquisa para o desenvolvimento de novos produtos, sistemas e soluções junto à iniciativa privada. Esse conjunto de medidas precisa de suporte financeiro do poder público pois geram riquezas, divisas e empregos, conforme explica o deputado, que levará o debate ao Congresso Nacional e também junto ao Governo Federal.

– Uma boa saída para avançar nessa questão seria a liberação do empréstimo de 1,4 bilhão de dólares do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) – ressaltou Pansera.

Ao fim do encontro, ficou acertado que Pansera ajudará a viabilizar, através de emenda parlamentar, a criação de um espaço multidisciplinar para universitários que tenham interesse em atuar na área de Pesquisa e Inovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *