IMG_0534

28 de setembro de 2017

Na Rio Info, Pansera reafirma que fundo de R$ 700 milhões para software poderá retornar em mais dinheiro para o governo

Em sua 15ª  edição consecutiva desde 2003, o Rio Info é o principal evento dedicado à Tecnologia da Informação (TI) realizado anualmente no Estado do Rio de Janeiro e um dos principais do país. O deputado Celso Pansera, ao participar de seminário sobre a Lei de Informática, na segunda-feira, dia 25, foi taxativo:

“A criação de qualquer fundo setorial hoje servirá tão somente para que ele venha a ser contingenciado para o superávit primário, como acontece com todos os outros já existentes”, disse.

Pansera se referiu ao fundo de desenvolvimento, em negociação entre a Finep e o MCTIC, que renderia cerca de R$ 700 milhões para o desenvolvimento de software. “Infelizmente a tradição do governo é tomar esse dinheiro”, afirmou.

Com relação à Lei de Informática – que terá de ser mudada para atender à condenação da Organização Mundial do Comércio – Pansera advertiu que é perigoso deixar o debate para 2018.

“Será um ano muito curto, com eleições gerais. Esse assunto precisa estar na pauta no começo do Legislativo para termos um processo eficiente. Se deixar para o segundo semestre, será uma estratégia ineficiente”, sinalizou.

O parlamentar se propôs a apresentar um Projeto de Lei, redigido em conjunto com as diferentes entidades setoriais, para acelerar o debate no Congresso Nacional.

Assistam a entrevista do deputado Celso Pansera à CDTV, do portal Convergência Digital: https://www.youtube.com/watch?v=XLZUpeS0RF4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *