IMG_0721

4 de outubro de 2017

No Rio, lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional lota Clube de Engenharia

O Clube de Engenharia, no Centro do Rio, recebeu, no dia 2, o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional. Com a participação de 18 senadores e 201 deputados de diversos partidos, a frente tem como presidente o senador Roberto Requião (PMDB/PR) e como secretário-geral o deputado Patrus Ananias (PT/MG).

A soberania nacional tem figurado em debates nacionais em curso em todo o país tendo como questão central as graves ameaças que atingem diretamente a soberania da nação brasileira.

“A organização dessa Frente Parlamentar é um capítulo de um processo antigo, e ela é de todos nós. O Brasil é grande demais para não ter projeto próprio e ficar atrelado ao projeto geopolítico de outros países”, disse o senador Roberto Requião. O presidente da Frente Parlamentar fez um retrospecto da composição geopolítica mundial a partir da Segunda Guerra Mundial, passando pela disputa entre EUA e União Soviética na Guerra Fria e, nos anos 1990, a ascensão do neoliberalismo e do capital financeiro, ”que afastaram o ideal de Estado de Bem-Estar Social da Europa e os ideais nacionalistas no Brasil”. Para o senador, existe um desmonte sistemático das políticas de soberania nacional no Brasil que fortalecem o capital financeiro global, colocando o país em posição vulnerável em rel ação ao domínio econômico da Europa e dos EUA. “O projeto dessa Frente é aberto, e pretendendo abrir espaço para um projeto nacional que consiga, através do convencimento das pessoas e da mobilização, fazer a mudança da economia e nos objetivos nacionais permanentes do país. Estamos abertos a todos os grupos e partidos, em busca de unidade”, garantiu Requião.

O Brasil se desenvolve a partir de suas potencialidades. Para o deputado federal Celso Pansera, Inovação, Pesquisa e Ciência são fundamentais à democracia brasileira.

“Não existe soberania nacional e democracia se não tivermos o domínio sobre a produção de conhecimento no nosso país”, ressaltou.

Na abertura do evento, o presidente do Clube de Engenharia, Pedro Celestino, disse:

“O Clube de Engenharia tem a honra de receber parlamentares corajosos que ousam enfrentar o processo de desmonte de conquistas que já datam de oito décadas nos campos econômico, político e social”.

E completou:

“É um retrocesso jamais visto em nossa história, que para ser estancado deverá mobilizar toda a sociedade brasileira, independentemente de crenças, partidos políticos e classes sociais. É a luta pela sobrevivência do nosso país como nação independente. A hora é essa! E saindo daqui temos de começar a mobilizar e unir as pessoas. Contem com o Clube de Engenharia como trincheira em defesa de nossa sociedade, nossa democracia e nossa soberania”, afirmou Celestino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *