IMAGEM DESTACADA nota

17 de julho de 2015

Nota de esclarecimento sobre requerimento de quebra de sigilo do doleiro Alberto Yousseff, réu da Lava Jato

Em resposta a matérias veiculadas nesta sexta-feira (17) pelo site da revista Veja, o deputado Celso Pansera esclarece que em nenhum momento fez uso de sua condição de membro da CPI da Petrobras para ameaçar ou pressionar familiares do doleiro Alberto Yousseff, réu no âmbito da Operação Lava-Jato.

Celso Pansera esclarece também que, dentro dos parâmetros da Constituição Federal, apresentou requerimento para a quebra dos sigilos fiscal, bancário e telemático de familiares de Yousseff visando estritamente a colaborar com o aprofundamento das investigações em curso.

Em função de parecer contrário do Supremo Tribunal Federal ao requerimento, o deputado optou por levar a nova decisão da CPI um pedido de transferência do sigilo já quebrado.

O deputado ressalta que na CPI da Petrobras estão aprovados requerimentos para a investigação dos patrimônios de familiares de diversos outros condenados no mesmo processo.

Celso Pansera frisa que não se pode transformar bandidos em heróis. Quem está atrás das grades é bandido. E no esquema que envolve a Petrobras, Yousseff ajudou a dilapidar o patrimônio brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *