Rio Doce

28 de janeiro de 2016

Pansera discute recuperação da Bacia do Rio Doce

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, esteve reunido com especialistas de diversas áreas para discutir a colaboração do MCTI no esforço de recuperação da Bacia do Rio Doce, desde o ponto onde a barragem se rompeu até o oceano. A bacia foi contaminada pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, em Mariana (MG).

– Nós nos reunimos para ver no que o MCTI pode contribuir e o que podemos oferecer a partir da Ciência para recuperarmos os danos causados por esse desastre. O importante é formarmos um esforço conjunto – afirmou o ministro.

Uma das possíveis ações que o MCTI pode realizar será a unificação e a gestão, em parceria com as fundações de amparo à pesquisa (FAPs), de um conjunto de certames para o financiamento de pesquisas voltadas para a análise da região e possíveis soluções. O encontro ocorreu na terça-feira, dia 26, contou com a participação de representantes do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS/MCTI) e do Centro de Tecnologia Mineral (Cetem/MCTI).

Novo encontro

Após o Carnaval, um novo encontro será realizado sobre o tema. Na ocasião, novas instituições e universidades participarão. A expectativa é a de que sejam apresentadas as demandas de pesquisa mais emergenciais para traçar uma estratégia de apoio do MCTI, em parceria com os governos estaduais, as FAPs, as entidades vinculadas ao Ministério, universidades e a comunidade científica. O planejamento deverá envolver ações de curto, médio e longo prazo.